Escola de Coaching Executivo

  • Torne-se um Coach Profissional

Contacte-nos

OS 4 DOMÍNIOS DE INTERVENÇÃO

 

Formação para a Certificação de Coaches Profissionais

 

Processos de Coaching para Pessoas e Equipas

 

Desenvolvimento de Competências de Coaching para Gestores e Líderes

 

Psicometria em Coaching

 

TESTEMUNHOS | 1ª EDIÇÃO | COACHING NÍVEL INICIAL

COORDENADORES DA ESCOLA DE COACHING EXECUTIVO



Mário Ceitil



Paulo Martins

PERCURSO PARA A OBTENÇÃO DO “CERTIFICADO DE FORMAÇÃO ACTP”

COACHING - NÍVEL INICIAL

Conhecer o que é o coaching, de acordo com a perspetiva da ICF e como esta área pode constituir um novo domínio de atividade profissional para pessoas que estejam envolvidas em consultoria, formação, educação ou atividades desportivas que possam requerer os serviços de um Coach profissional.

+ info
20 horas

COACHING - NÍVEL AVANÇADO

O Nível Avançado permite aos participantes adquirir, de forma experiencial, as diferentes técnicas de coaching de acordo com a perspetiva metodológica da ICF.

+ info
80 horas

COACHING - NÍVEL SUPERIOR

Formação superior em coaching profissional - ICF.

+ info
37 horas

CCE - CONTINUING COACH EDUCATION


Cursos aprovados pela ICF que permitem consolidar e expandir as competências de coach e que conferem aos coaches unidades de crédito necessárias para obtenção e renovação de credenciais ICF como:
  • ACC (Associate Certified Coach)
  • PCC (Professional Certified Coach)
  • MCC (Master Certified Coach)

MENTORING E SUPERVISÃO DE COACHES

MENTORING
Através do Mentoring, a Escola de Coaching Executivo proporciona um serviço de feedback e orientação em torno das competências centrais da ICF, com o objetivo de apoiar os coaches na sua preparação para se candidatarem à credenciação ICF ou para conquistarem níveis mais elevados de efetividade em coaching.

SUPERVISÃO
Em Supervisão, a Escola proporciona, aos coaches, um espaço de diálogo reflexivo e de aprendizagem acerca de como as suas características pessoais interferem na eficácia dos seus processos de coaching.
Estes serviços são disponibilizados para coaches que:
  • Tendo optado por uma formação em coaching não reconhecida pela ICF, pretendam obter a credenciação ACC ou PCC, via portfólio;
  • Pretendam consolidar as suas competências de coach, de acordo com as competências nucleares ICF.

PROCESSOS DE COACHING PARA PESSOAS E EQUIPAS

EXECUTIVE COACHING

OBJETIVO
O objetivo do EXECUTIVE COACHING é suscitar mudanças positivas nas pessoas e nas organizações em que trabalham.

PROCESSO
O processo visa ajudar as pessoas a aprofundarem o seu autoconhecimento e assumirem a responsabilidade por levarem à prática ações que se traduzam em:
  • Progressos efetivos de autodesenvolvimento e autorregulação emocional;
  • Aprendizagens contínuas e integradas;
  • Melhores resultados pessoais e profissionais.
+ informações

PERFORMANCE COACHING

OBJETIVO
O objetivo do PERFORMANCE COACHING é o aperfeiçoamento de competências específicas das pessoas, num domínio particular da atividade profissional.
O principal desafio do Performance Coaching é estabelecer a conexão entre os requisitos exteriores de performance, definidos pela organização, com as motivações e as aspirações internas das pessoas envolvidas (coachees).

PROCESSO
O processo visa apoiar as pessoas a:
  • Construir uma visão mobilizadora num domínio específico da performance;
  • Expandir a sua autoconsciência sobre o momento presente;
  • Construir um sentido bem fundamentado de autoeficácia;
  • Selecionar e aproveitar novas oportunidades de progresso;
  • Perseverar na implementação de novas aprendizagens e novos comportamentos.
+ informações

TEAM COACHING

OBJETIVO
O objetivo do TEAM COACHING é possibilitar uma experiência profunda de aprendizagem que visa aumentar a capacidade e a performance coletiva de um grupo ou equipa, através da aplicação dos princípios e das metodologias de coaching, designadamente reflexão assistida, exploração proactiva de oportunidades de melhoria e motivação para a mudança.
O TEAM COACHING visa apoiar os membros de um grupo ou equipa para fazerem uma utilização melhor coordenada e mais task oriented dos seus recursos coletivos, de modo a gerarem maior sinergia e produtividade nas suas diferentes realizações.

PROCESSO
A vivência de um processo de TEAM COACHING permitirá a cada equipa:
  • Alcançar maior clarificação dos objetivos coletivos;
  • Analisar o seu modo de funcionamento, desmontar barreiras e ultrapassar vulnerabilidades;
  • Desenvolver crenças positivas e um sentido de autoeficácia coletiva;
  • Melhorar a inteligência emocional e gerir o stresse no seio da equipa;
  • Aperfeiçoar os processos de tomada de decisão e aumentar o potencial criativo;
  • Avaliar o impacto do processo de Team Coaching na melhoria da performance e dos resultados da equipa.
+ informações

DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS DE COACHING PARA GESTORES E LÍDERES

PROMOVER E EXPANDIR UMA CULTURA DE COACHING NAS ORGANIZAÇÕES

Muitas vezes, as práticas de coaching não alcançam os seus plenos resultados pela ausência de fatores de suporte organizacional que facilitem a sua aplicação a todos os níveis, como:
  • Ausência de envolvimento da hierarquia;
  • Cultura individualista e ausência de espírito de sinergia;
  • Falta de iniciativa das hierarquias para implementar as mudanças;
  • Resistência e desconfiança generalizadas.

O programa “Criar Uma Cultura de Coaching na Sua Organização”, assenta num conjunto de ações, articulando formação em sala, formação no terreno, coaching e acompanhamento, que permitem à organização:
  • Criar um ambiente profissional onde o coaching seja amplamente utilizado, a todos os níveis da organização;
  • Expandir uma cultura de coaching por valores;
  • Usar o coaching como uma ferramenta para prestar apoio às pessoas e às equipas nos seus esforços de melhoria da performance;
  • Instalar o coaching como modelo estratégico de base que a empresa adota para alcançar as suas metas e objetivos.


+ informações
USAR FERRAMENTAS DE COACHING NAS PRÁTICAS DE LIDERANÇA

PARA OS MANAGERS, OS EXECUTIVOS, OS LÍDERES, que têm responsabilidade na performance de outros, um dos desafios mais críticos é dar orientação, apoio e o encorajamento para fazer emergir o melhor que as pessoas têm para dar à sua organização e aos clientes que servem.

A utilização de ferramentas de coaching, no contexto das PRÁTICAS de liderança das pessoas e das equipas, constitui um poderoso meio para trazer as pessoas ao contacto com o seu verdadeiro potencial e propiciar o ambiente adequado para suscitar ou fortalecer as motivações intrínsecas.


PSICOMETRIA EM COACHING

A equipa de TESTES PSICOLÓGICOS DA CEGOC apoia a Escola de Coaching Executivo
na disponibilização de FERRAMENTAS DE ASSESSMENT para apoio a processos de Coaching.

Photo de BIP

BIP

O BIP-Inventário de Personalidade e Competências para as Organizações, proporciona informações importantes acerca de aspetos relacionados com a eficácia em contexto profissional. A combinação de fatores motivacionais, de personalidade e de estilos de trabalho, fazem do BIP um instrumento muito útil nas mais diversas áreas da Gestão de Recursos Humanos: seleção de pessoas, gestão e desenvolvimento de carreiras, coaching, etc.

O inventário é composto por 14 Escalas organizadas em 4 domínios conceptuais.

Uma vez que o BIP possui um questionário de auto-avaliação e um questionário de heteroavaliação, em contexto de coaching, a comparação entre a auto-imagem e a imagem dos outros permite delinear intervenções mais significativas e eficazes. Por outro lado, o facto de o BIP se focalizar nas disposições comportamentais relevantes em contexto profissional confere à prova o potencial de destacar informação pertinente do ponto de vista da avaliação e do diagnóstico.

+ informações

Photo de ORG-EIQ

ORG-EIQ

O Org-EIQ fornece uma descrição detalhada das competências emocionais e de excelência em contexto organizacional no trabalho. O questionário é composto por 99 itens que estão organizados em 4 macro fatores:

AUTOCONSCIÊNCIA E AUTOAVALIAÇÃO
Autoconsciência // Autoconfiança // Intrapessoal

GESTÃO PESSOAL
Autocontrolo emocional // Tenacidade //Adaptabilidade

HABILIDADE SOCIAL
Empatia // Orientação para o cliente // Consciência Organizacional

GESTÃO DAS RELAÇÕES
Trabalho de equipa // Liderança // Dinamização da mudança


Inclui ainda 4 escalas de controlo e 4 fatores associados à Inteligência Emocional:

  • Orientação para resultados;
  • Equilíbrio de vida;
  • Tolerância ao stresse;
  • Estado de espírito.

(Adaptação portuguesa em fase de preparação) para mais informações contacte-nos.

Photo de TOM

TOM

O TOM avalia as motivações que orientam o comportamento laboral. As teorias que serviram de referência para esta prova foram a teoria das necessidades de McClelland e os estudos sobre o pensamento criativo de Berlyne. O questionário compreende quatro dimensões:

  • Orientação para os resultados (objetivos);
  • Orientação para a inovação;
  • Orientação para a liderança;
  • Orientação para as relações.

Entre os pontos fortes deste questionário, destacam-se:

  • As afirmações estão relacionadas com indicadores comportamentais específicos;
  • É possível avaliar um grande número de sujeitos num curto espaço de tempo;
  • A relação entre as afirmações e as situações laborais permite a aplicação da prova em programas de desenvolvimento ou de valorização de potencial.

    + informações